Desrespeito com as faixas de trânsito

Confesso que o trânsito já não me deixa tão estressado. Há uns dois anos venho deixando de lado situações como fechadas, conversões sem sinalizar com seta, enfim. Irrita, mas não me deixa puto como há algum tempo. Claro que ainda existem dias que não estou no melhor humor e acabo xingando um ou outro.

Com o passar dos anos, você começa a largar mão desse tipo de coisa, que pode ser até um aspecto negativo, pois é uma situação de desistência de ter um trânsito de pessoas mais preocupadas em dirigir bem. O sujeito não precisa ser um motorista excepcional, mas nosso motorista médio é muito ruim. Entendo que muita gente está atrás do volante por necessidade, e não por gostar, mas não precisamos ser tão ruins.

Mas uma situação que ainda me irrita muito é a falta de atenção com as faixas. Sim, aquelas pinturas que fazem no asfalto e que não estão lá por mero acaso. As faixas servem, entre outras coisas, para delimitar os espaços das ruas, avenidas ou rodovias. Mas, principalmente em Belo Horizonte, há um flagrante desrespeito com as faixas. Em curvas, parece haver um mistério isolúvel.

Em diversas avenidas da cidade, as faixas estão ausentes, muitas vezes, não por descaso da autoridade do trânsito, que poderia até pintar novamente como forma de manutenção da qualidade das vias, mas elas se vão muito rapidamente, pois o motorista médio não parece incapaz de manter o seu automóvel dentro do espaço a ele destinado.

No vídeo acima, mostro o que ocorre diariamente na Avenida Antônio Carlos, conhecida popularmente por Avenida Catalão, próximo ao Carrefour e, pouco adiante, perto do edifício da Usiminas. O desrespeito é brutal e muitas vezes ao buzinar para o motorista desatento, ele diminui a velocidade e ao ser ultrapassado olha com uma feição de não saber o que aconteceu. E talvez não saiba mesmo.

Então, você que lê esse texto, procure ficar atento às faixas de trânsito e circular com o seu automóvel apenas no espaço que lhe foi separado. Em curvas, de acesso, tente traçar uma tangência, que faça o “casamento” na faixa correspondente na via seguinte. Ao mudar de faixa sinalize para alertar o motorista que estiver na faixa na qual deseja espaço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s