Chevrolet Sonic 2012: ousadia, personalidade e design

Press-release

São Caetano do Sul (SP) – Dois dos mais aguardados lançamentos da Chevrolet para 2012 finalmente chegam às revendas da marca. O Chevrolet Sonic, importado da Coréia do Sul, será vendido no mercado brasileiro nas carrocerias hatch, de cinco portas, e sedã, de quatro, no início do próximo mês de junho nos quase 600 pontos de vendas e serviços de assistência técnica da General Motors do Brasil.

“O Chevrolet Sonic é um fenômeno. Sucesso no mundo inteiro, inclusive nos Estados Unidos, onde nunca se vendeu tanto carro neste segmento em toda a história. Um carro jovem para quem é pós-moderno e antecipa tendências. Certamente vai continuar nossa história de sucesso no mercado brasileiro”, afirma Grace Lieblein, presidente da General Motors do Brasil.

O novo Sonic foi concebido para fazer da condução cotidiana de um modelo compacto, uma experiência mais dinâmica e que oferece maior prazer ao dirigir, disponibilizando soluções práticas e uma elevada qualidade para consumidores mais novos e também aos jovens de espírito, com gosto pelo design, sofisticação e exclusividade. Com o objetivo de assegurar uma boa resposta em termos de estabilidade e conforto, os engenheiros da Chevrolet desenvolveram uma carroceria que se encontra entre as mais rígidas do segmento.

Tanto o Chevrolet Sonic hatch quanto o Sonic sedã serão vendidos nas versões LT e LTZ, equipados com o moderno – e inédito no mercado brasileiro – motor Ecotec 1.6 16V, combinado com um câmbio manual de cinco marchas ou um automático de seis.

“O Sonic hatch e sedã são dois novos modelos que vêm para complementar a gama oferecida pela Chevrolet no Brasil. Vão preencher uma importante faixa de mercado, formada por clientes que procuram estilo, tecnologia e sofisticação, sem abrir mão da esportividade e da praticidade que só um compacto premium pode oferecer”, afirma Marcos Munhoz, vice presidente da General Motors do Brasil.

Design que surpreende, no hatch e no sedã

De todos os ângulos, o Sonic transmite harmonia, força e refinamento na construção. As linhas esportivas, alinhadas com os faróis de refletores aparentes sugerem movimento no visual, mesmo quando o carro está parado.

“O exterior de linhas esportivas fala a linguagem de design da Chevrolet. O Sonic vai seduzir os mais novos e também os mais jovens de espírito. E isso vale para as duas variantes de carroceria: o hatch, por ser um dois volumes com a porta traseira vertical com linhas fluidas e agressivas. E o sedã que, com quatro portas, transmite uma sensação de maior maturidade, destinando-se especialmente às famílias jovens”, afirma Calos Barba, diretor executivo de Design da GM América do Sul.

Na dianteira, o destaque vai para o inédito conjunto ótico. Os faróis com os canhões de luz expostos chamam atenção ao primeiro olhar. A grade bipartida com a barra ostentando a gravata dourada remete imediatamente ao design da Chevrolet. A ponta do capô forma uma linha de caracteres acima dos faróis, que flui em um perfil lateral elegante, que continua pela linha de cintura alta.

O sedã e o hatch são modelos bem distintos. O sedã, visto de perfil, tem uma presença mais sofisticada e madura. À primeira vista, o modelo de cinco portas parece um hatch de três portas porque os puxadores das portas traseiras estão discretamente localizados na coluna “C”. A traseira do Sonic hatch reforça ainda mais o espírito jovem do modelo, já que incluem lanternas pouco convencionais, inspiradas nas motocicletas.

Estilo esportivo no interior

A grande atenção aos detalhes na concepção do habitáculo do Sonic resultou numa execução de maior qualidade, típica de segmentos superiores. No mesmo nível de equipamento, não existem diferenças de configuração do design interno entre o hatch e o sedã.

Assim como outros modelos da linha Chevrolet, o duplo cockpit incorpora outro elemento de design característico: um painel envolvente que flui até às portas do condutor e do passageiro da frente. À esquerda e à direita, as saídas redondas do sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado sobressaem da superfície do painel.

O painel de instrumentos retoma a inspiração nas “motos” presente no exterior, incluindo um mostrador analógico e um visor digital LCD. A iluminação na tonalidade Ice Blue acrescenta uma sensação de requinte e contemporaneidade ao habitáculo.

Os locais para os compartimentos porta-objetos foram engenhosamente concebidos. Além dos dois porta-luvas, um deles com tomada USB integrada, vários pequenos compartimentos e bolsas nas portas, bem como três porta-copos à frente, asseguram um espaço amplo para arrumação de objetos de diversos tamanhos. Todos os dispositivos eletrônicos instalados no porta-luvas superior podem ser operados através dos comandos no volante ou por meio do sistema de áudio.

“O interior do Sonic reflete exatamente o que temos nas linhas do carro. A esportividade e a ousadia estão na escolha de materiais e também na qualidade de acabamento, que vai surpreender os clientes mais exigentes da Chevrolet”, completa Carlos Barba.

O porta-malas do sedã oferece 477 litros de capacidade de carga, o que a coloca entre as melhores da categoria. Na traseira do dois volumes, é possível transportar o equivalente a 665 litros, quando o banco traseiro se encontra rebatido. Em posição normal, são 265 litros de capacidade.

Comportamento superior na cidade ou na estrada

A experiência de condução do novo Sonic é uma qualidade que certamente vai contribuir para o seu poder de sedução. Parte deste segredo está na estrutura de carroceria rígida e eficiente em termos de peso. Os aços utilizados no Sonic têm uma resistência à tensão consideravelmente mais elevada, o que contribui para um melhor desempenho e maior segurança dos ocupantes.

A suspensão dianteira do Sonic é independente, do tipo McPherson, molas helicoidais e barra estabilizadora e, em conjunto com a suspensão traseira, com eixo de torção, proporcionam um rodar estável e equilibrado. Para a excelente resposta do Sonic perante as solicitações do motorista, contribui o sistema de direção hidráulica progressiva.

Para chegar a este nível de acerto os engenheiros da Chevrolet participaram ativamente do desenvolvimento do carro, contribuindo com inputs sobre as condições de conservação do piso. Além disso, antes de ser importado para o mercado brasileiro, os engenheiros rodaram mais de 1,7 milhão de quilômetros, nas mais diferentes condições de piso e clima, já que, além dos acertos de suspensão, freio e direção, a engenharia brasileira também trabalhou no desenvolvimento da versão bicombustível do motor 1.6 16V Ecotec.

Ecotec: tecnologia a serviço do bom desempenho e da economia

Além de todas as novidades em termos de engenharia, design e equipamentos, o novo Chevrolet Sonic chega, nos modelos hatch e sedan, com o novíssimo motor 1.6 16V Ecotec, com duas opções de câmbio: manual de cinco marchas e automático de seis – item inédito no segmento.

A família Ecotec reúne o que há de mais sofisticado em termos de engenharia e tecnologia. Seu cabeçote conta com duplo comando de válvulas continuamente variável (Dual CVVT), com variação do tempo de abertura das válvulas de admissão e de escape.

Além disso, o motor 1.6 16V do Sonic tem coletor de admissão variável, o que torna as respostas do motor mais rápidas. O coletor “curto” é mais utilizado em altas velocidades, quando o carro necessita de potência. Em baixas rotações, o coletor se torna “longo” privilegiando torque e força. Além disso, o sistema colabora para uma queima de combustível mais eficiente, proporcionando elevado desempenho, economia e uma menor emissão de gases poluentes.

Mas o Ecotec vai além. Tem bielas forjadas, ao invés de fundidas, que garantem muito mais durabilidade – são utilizadas em carros de corrida e alto desempenho. O cabeçote (feito de alumínio, assim como o cárter) e bloco contam com galerias internas para refrigeração especialmente desenhadas de modo que a temperatura no cabeçote seja menor, permitindo maior avanço de ignição, o que resulta em menor consumo.

Graças a estas tecnologias, o 1.6 16V Ecotec do Sonic rende 120 cavalos quando abastecido com etanol e 116 com gasolina, a 6.000 rpm. O torque máximo, com etanol, é de 16,3 kgfm e aparece já nas 4.000 rpm. Com gasolina, o torque é de 15,8 kgfm, na mesma rotação. E, além dos bons números, vale ressaltar que 90% do torque já estão disponíveis a partir das 2.200 rotações.

Além da caixa de transmissão manual, de cinco velocidades, o Sonic oferece para as duas configurações de carroceria uma automática, com seis velocidades e opção de mudanças no modo sequencial, oferecendo a escolha entre esportividade ou conforto.

O câmbio automático também se adapta ao estilo de condução do motorista e conta com um sensor de inclinação que modifica as marchas segundo a necessidade. Por exemplo, em uma descida, ela reduz marchas para ajudar a segurar o carro, mesmo sem a intervenção do motorista. Em subidas, evita trocas desnecessárias de marcha.

Dois modelos e duas versões: a linha Sonic no Brasil

O Chevrolet Sonic chega aos quase 600 pontos de vendas e serviços de assistência técnica da General Motors do Brasil em dois novos modelos, hatch, com cinco portas e o sedã, de quatro.

Assim como os outros modelos comercializados pela Chevrolet, o Sonic será vendido nas versões LT e LTZ, oferecendo um excelente conteúdo desde a versão de entrada.

A versão LT já é bem completa de série, oferecendo ar-condicionado, airbags dianteiros, direção hidráulica, computador de bordo, ABS com EBD, trio elétrico, rodas em liga leve aro 15, desembaçador do vidro traseiro.

Já a versão LTZ oferece tudo o que a LT traz e ainda o sensor de estacionamento, faróis de neblina dianteiros, apliques cromados nas maçanetas internas, friso lateral cromado, rodas em liga leve aro 16, com pneus 205/55 R16, descansa braço central, controles para o rádio no volante e rede porta-objetos no porta-malas. Além disso, a versão do Sonic LTZ ainda oferece a opção do câmbio automático de seis marchas, piloto automático e o revestimento dos bancos em couro.

O Chevrolet Sonic será comercializado em seis diferentes cores: Vermelho Flame, Azul Boracay (exclusiva do hatch), Cinza Urban, Prata Switchblade, Preto Carbon Flash (todas metálicas) e Branco Summit (sólida).

Acessórios, para deixar seu Sonic ainda mais exclusivo

Assim como outros modelos da Chevrolet, o Sonic também traz uma ampla gama de acessórios para os seus modelos. Entre eles os faróis de neblina dianteiros (LT), maçanetas cromadas (LT), rede com porta-objetos para o porta-malas (LT), adesivo para soleira de portas (LT e LTZ), adesivo para a tampa do tanque de combustível (LT e LTZ), capa cromada para os retrovisores (LT e LTZ).

Um carro diferente, chegando com uma campanha inovadora

A Chevrolet adotou uma estratégia inovadora para lançar no Brasil um dos modelos mais aguardados do ano. Pela primeira vez na história da marca um carro será lançado via mídia digital, por meio de um “Alternative Reality Game”. O ARG, como é conhecido, é um tipo de jogo eletrônico que combina situações virtuais de jogo com realidade e será feito em parceria com a agência AG2 Publicis Modem.

Tendência mundial, mas ainda pouco explorado no Brasil, o game vai acontecendo em tempo real e tem poder de engajamento que envolve os participantes através de novos desafios. “O Chevrolet Sonic é um carro moderno, inovador e desejado, que despertou o interesse dos brasileiros antes mesmo de oficializarmos seu lançamento no país”, afirma Gustavo Colossi, diretor de Marketing da Chevrolet no Brasil. Outra característica que está diretamente alinhada à estratégia é que o Chevrolet Sonic é um carro para o público jovem, moderno e antenado.

O anúncio oficial do ARG de lançamento do Chevrolet Sonic aconteceu em meados de abril, na fanpage da marca http://www.facebook.com/chevroletbrasil. Um teaser convidava os interessados para participar do jogo que se dividiu em duas etapas: o game virtual, até 13 de maio, e a prova final que acontecerá em algum lugar do Brasil com presença física dos participantes no dia 29 de maio.

O vencedor será quem encontrar, ao final das duas etapas da competição, o prêmio: um Chevrolet Sonic. “Será o primeiro Chevrolet Sonic do Brasil, ou seja, além de ganhar o carro o vencedor vai entrar para a história do tão desejado modelo”, diz o diretor de Marketing de Comunicação da Chevrolet, Fred Themóteo.

No ambiente virtual a prova durou 20 dias. Desafios foram lançados diariamente e envolveram diferentes lógicas para encontrar as soluções. A fase virtual terminou dia 13 de maio, quando foram definidos os cinco finalistas classificados para a prova final. Como parte do jogo virtual, neste momento eles já sabem em que cidade brasileira estará escondido o Chevrolet Sonic. Orientados pelos organizadores do ARG, os finalistas serão levados para o local de partida da prova final e presencial.

Os cinco finalistas terão direito a um acompanhante e receberão as pistas para sair na busca do disputado carro. Quem descobrir onde está escondido o Chevrolet Sonic da prova e chegar primeiro ao local ganha o carro.

Um comentário em “Chevrolet Sonic 2012: ousadia, personalidade e design

  1. Ainda bem que você escreveu que é um press-release… o carro me pareceu fascinante… só que não acho que seja um substituto do Astra em tamanho,porte e preço. Ele é menor e muito mais caro que o Astra…. ponto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s