Belo Horizonte terá cronômetros em semáforos

O Presidente da Câmara Municipal de Belo Horizonte, Léo Burguês (PSDB), promulgou, após veto do Prefeito Márcio Lacerda, a Lei 10.414 que prevê a instalação de cronômetros digitais para contagem regressiva do tempo que o semáforo permanece aberto ou fechado.

Sou contra, e por um motivo simples: Pouco resolvem.

Os semáforos de Belo Horizonte precisam, em primeiro lugar, serem reavaliados quanto à necessidade, pois existe um número muito grande deles nas ruas, o que não permite uma fluidez necessária para a quantidade de automóveis e de ônibus nas ruas. Portanto, há que se reavaliar a necessidade de alguns cruzamentos e retornos, e como resultado também de muitos semáforos.

Muito mais importante que cronômetros, a cidade precisa com muito mais urgência de inteligência semafórica, incluindo sincronismo entre eles, a fim de evitar o “anda e pára” com o qual o cidadão de Belo Horizonte está fadado a enfrentar todos os dias. Na capital mineira, não é admissível arrancar em um semáforo verde em uma esquina e ser parado na esquina seguinte.

Além disso, e mais grave, os tais cronômetro regressivos que a Lei pretende instalar nas principais ruas e avenidas da cidade não tem regulamentação pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). Isto significa que, caso um dia venham a ser proibidos pelo Conselho, simplesmente o dinheiro do contribuinte terá sido jogado no lixo. Segundo matéria do jornal Estado de Minas, cada cronômetro pode custar R$ 4.000,00.

Boa parte dos motociclistas e também motoristas já fazem uso do sinal de pedestres como uma espécie de contador regressivo da abertura do semáforo. O resultado todos sabem, o pedestre é apressado com acelerações e arrancadas antes da abertura do semáforo. O cronômetro será apenas a formalização de uma atitude contrária ao bom senso no trânsito.

Uma medida isossa, provavelmente com interesses financeiros ocultos. Típico da Câmara Municipal de Belo Horizonte.

Um comentário em “Belo Horizonte terá cronômetros em semáforos

  1. “Na capital mineira, não é admissível arrancar em um semáforo verde em uma esquina e ser parado na esquina seguinte.” – na Bias Fortes acontece em quase todos os sinais.

    No meu bairro só piorou, em uma avenida relativamente curta, existe 03 semaforos! impressionante!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s