Nostalgia internauta

Não tenho dados estatísticos para comprovar, mas acredito que boa parte de todas as pessoas que utilizam a internet atualmente, não conviveram com modens e linhas de telefone. Lembro bem que entre 1996 e 1999, a internet era utilizada basicamente por pessoas mais jovens aplicadas à tecnologia. Tempos difíceis, mas apareceu um ar de nostalgia enquanto redigia o texto que se encontra em “o autor”, no cabeçalho do blog.

Meu primeiro computador equipado com um fax modem, percebam o nome fax, foi um 486 DX2 66 com 8 mega de memória e um incrível US Robotics 28.8k. Esse modem, me lembro bem, associado ao meu kit multimídia, custaram uma verdadeira fortuna. Me pergunto hoje como meu pai teve coragem de comprá-los. Utilizava Windows 3.11 e Netscape Dialer, não gostava do Trumpet nem a pau!

Depois consegui um upgrade, não me lembro exatamente as circunstâncias, mas o meu computador foi trocado e recebi um 486 DX4 100, já com 16 mega de memória e um fenomenal US Robotics 33.6 para acesso à rede. Esse modem, em slot ISA e jumpeado “na mão”, era o sonho de consumo. Mais uma vez me pergunto como meu pai teve coragem de comprar um equipamento tão caro, sendo que ele nem o usava.

Depois de utilizar muito os serviços das BBS de Belo Horizonte, acabei assinando com a Horizontes Internet um plano de acesso à rede, as horas eram regradas, e o preço era bastante caro. Me entregaram um envelope com dois disquetes de 1,44 mega que continha uma versão customizada do Netscape Navigator. Foi assinando a Horizontes que acabei conseguindo meu nickname, Hagi.

Em 96 não havia Google. As pesquisas geralmente começavam no Cade?, para sites em português e no Altavista para pesquisas em língua inglesa. Diferente do que acontece hoje, as pesquisas não retornavam milhares de páginas, e apesar da inteligência dos buscadores serem infinitamente inferiores aos recursos do Google, acredito que as poucas páginas conferiam melhor qualidade ao conteúdo. Menor quantidade, menos cópia.

Os sites não possuiam qualquer tipo de vídeo, animações em flash, nem pensar. Tudo o que se movia nas páginas daquele tempo eram imagens em formato gif animado. Uma simples composição de imagens. Aliás, existiam alguns sites com este tema: Coleção de gifs animados.

Algum tempo depois instalei o Windows 95, o Dial-UP e o TCP/IP sempre apresentavam algum problema, então era simples: Bastava remover os protocolos ou então o próprio Dial-UP e re-instalar. Qualquer modificação na configuração de rede do Windows pediam reinicialização.

O Internet Explorer 3 apareceu, e tinha uma interface bonitinha, acabei deixando de usar o Netscape Navigator Gold por causa dele. A Microsoft ainda não tinha nenhum MSN para conversas instantâneas, quem comandava o pedaço era o Mirabilis ICQ, um software muito interessantes e com recursos muito bacanas. Lamentavelmente, perdeu espaço aos poucos e hoje ninguém mais o usa, até porque ele foi ficando ruim com o tempo, tentando imitar as funcionalidades do MSN.

Os downloads eram feitos, no máximo, a 5.2 kb/s. Existiam uma dezena de softwares que prometiam acelerar a velocidade dos downloads, com vários princípios diferentes. Eu utilizava o GetRight, que tinha uma animação péssima do “G” que ilustrava o andamento de cada download. O software ser capaz de reiniciar o download era funcionalidade chave naqueles tempos.

Downloads grandes só com os gerenciadores da época. Os arquivos maiores, como os games, eram divididos em inúmeros arquivos compactados em RAR. Então você passava algumas madrugadas até completar , por exemplo, trinta arquivos para extrair e poder, finalmente, se divertir. Não haviam sites como Rapidshare, a forma mais interessante de compartilhar arquivos era o mIRC, que era um cliente de chat, mas lá também se trocava todo tipo de arquivo.  Aliás, alguma coisa de programação aprendi editando alguns scripts de mIRC.

Todos esperavam o relógio marcar meia-noite para discar o modem, o horário entre meia-noite e seis da manhã era livre de impulsos, usar a internet por seis horas e pagar apenas um impulso era um negócio da China. Dureza era conseguir acordar para ir à escola. Engraçado lembrar que os softwares gerenciadores de download eram capazes de desligar o modem automaticamente para você não extrapolar. Eventualmente chegava alguma notícia sobre alguém que estourou a conta de telefone.

Eram tempos difíceis, mas eu gostava.

Anúncios

5 comentários em “Nostalgia internauta

  1. Ah bons tempos … ou não.
    Eu comecei um pouco mais tarde na internet, os boatos de primos que haviam gasto muitos dinheiros com BBS e internet.
    Virou uma coisa proibida, pois quase ninguém tinha muito controle e acabava gastando muita grana mesmo.
    Era interessante o comportamento, de algumas pessoas indo dormir cedo, acordando por volta da meia noite, e as vezes varando a noite e indo direto para aula.
    Fiz muito isso.
    O que eu tenho saudade dessa época era que as coisas eram mais reais, as pessoas se comportavam com mais franquesa. Praticamente não haviam spans ou bots que ficam enviando “propagandas”.
    Fiz muitas amizades nessa epoca, amizades que duram até hj.

  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH! Bons tempos… Lembro bem que nessa época meu maravilhoso PENTIUM 100 com 8MB de RAM possuía um modem US Robotics 14400!!! Épocas de BBS, Horizontes, Africanet, The Palace, mIRC, ICQ, Quake, Battle Net …

    E a dificuldade que era pra se baixar um arquivo MP3?

    Épocas onde os sites eram feitos com GIFs animados, e arquivos MID tocando ao fundo!!! hahaha!

    Ficar madrugadas acordado, e disputar quem ficava mais tempo conectado durante os feriados prolongados! Bons tempos!

    /me manda um abraço para Hagi#1

  3. impossivel nao ler esse tópico e não comentar alguma coisa! principalmente, quando eu também fiz parte disso – um pouco depois do zap!
    Competições no chat do icq soltando buzinas e risadas (ctrl+u e ctrl+l – se nao me engano), ou entao o simples fato de poder ver o que a pessoa está digitando “ao vivo” – recurso copiado hoje no “Moderno Google Wave”. As competições no condominio que morava, valiam um chup-chup de cada perdedor, a medida que iam saindo!E como era sensacional ficar comentando a semana inteira daquele episódio de combo-rangers, com o inovador flash!
    Ou até mesmo ser xingado pelo meu irmao por que entrei na internet as 15:00 de uma terça feira, com a desculpa pra fazer pesquisa escolar, e o icq conectou “sozinho”.

    Abs Hagi#1
    Ass: edhunter#666 (meu primeiro nick, que causou a impressão que eu era o metaleiro mais bruto e malvado do mundo pra Gra, isso com 13 anos de idade!)

  4. O meu foi um Pentium MMX 200mghz, com 32MB de memória e acho que incríveis 1 ou 2MB de vídeo. Comprei junto com meu pai (ele financiou pra mim a maior parte, na verdade) em 1997. Internet mesmo, em casa ó fui ter no começo de 98.

    Usava um servidor pequeno aqui do bairro. Era um inferno: tudo caro e instável, qualquer tirada do fone do gancho já era risco de cair. Hoje a gente reclama de barriga cheia, se for ver… mesmo com as opções porcas de banda larga.

    Eu usava muito o Alta Vista pra buscas. Entrava muito em sites de games, tipo Gamespot, e de bandas. Poder entrar num site de banda e mandar um email, ou só de ver ali a discografia com as capas, é uma sensação que só quem não tinha isso antes sabe o que é.

    Dureza mesmo era no trampo, quando eu tinha que lidar com um patético 286 (isso em 1995, 1996), e pra fazer qualquer relatório em Word e Excel tinha que descer pra outra sala e usar o Aptiva da máquina de medição tridimensional. O coitado do 286 precisou de uma “forcinha extra” pra entregar os pontos, já que até a queda de raio o bicho resistiu (e nós, tolos, comemorando “agora vai!!!”).

    Esse Aptiva, nunca vou esquecer do técnico instalando e comentando sobre o “Winchester”: “cara, sabe quantos livros cabem aqui???? Meu, você nem faz ideia…”. Devia ser de 256MB o HD 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s