Estacionamento pago em shoppings

No primeiro final de semana de estréia do novo filme do Batman nos cinemas, fui até o cinema do Shopping DelRey para conferir a continuação do bom “Batman Begins”. Mas na verdade esse texto não aborda o filme, e sim a cobrança do estacionamento em shoppings.

Até onde sei, a cobrança dos estacionamentos começou nas duas maiores cidades do Brasil: São Paulo e Rio de Janeiro, e não sei se ao mesmo tempo. Mas me lembro bem que há bastante tempo eu achei um absurdo a cobrança nessas duas duas cidades. Sim, porque eu imaginava que como consumidor eu teria direito a isenção da cobrança. Meus amigos nas duas cidades consideravam a cobrança normal e se espantavam pelo fato de aqui em BH não haver a cobrança.

Não me lembro exatamente a partir de quando, mas foi então que a prática chegou à Belo Horizonte. Primeiramente nos shoppings mais elitizados, sendo o BH SHOPPING e o DIAMOND MALL, administrador pela Multiplan que agora controla também o PÁTIO SAVASSI. Também até este momento, a cobrança não acontecia aos domingos e feriados.

Depois de a prática ter sido adotada também por shoppings periféricos como o MINAS SHOPPING e DELREY, a partir de março praticamente todos os grandes shoppings, acho que a única excessão é o ITAÚ POWERSHOPPING de Contagem, fazem a cobrança. Incluindo domingos e feriados.

Então por isso eu iniciei o texto com o Batman! Mesmo em um domingo e com um consumindo junto com a Priscila algo em torno de R$35,00 foi cobrado pelo estacionamento do carro absurdos R$7,20.

Gostaria, de verdade, de entender a lógica da cobrança. Isso se há alguma lógica que não a de fazer dinheiro fácil como me parece. Mas se há algum motivo além desse, eu gostaria de entender.

Eu sou de um tempo em que as lojas ofereciam o estacionamento como uma comodidade para seus clientes. E mesmo em shoppings, a facilidade e a segurança oferecida por um estacionamento amplo é um grande diferencial quando você resolve sair para fazer compras. É de doer na alma saber que além de ser cobrado pelo estacionamento, quem provém o serviço destacar no bilhete que “não nos responsabilizamos por objetos deixados no veículo”. Afinal, estou pagando esse valor por qual serviço? Difícil entender.

Mas agora como não há diferença nenhuma entre ir até o centro da cidade e conseguir preços mais baixos, sendo que vou pagar estacionamento da mesma forma. Não vejo motivo para continuar frequentando shopping centers. E sempre que precisar ir ao cinema vou até o ITAÚ POWERSHOPPING onde o estacionamento é gratuito e o cinema é também um pouco mais barato.

3 comentários em “Estacionamento pago em shoppings

  1. É um abuso mesmo, tanto que no RJ – se não me engano – existe uma lei obrigando a isenção completa do estacionamento ao consumir acima de X reais.Outra coisa que é mal divulgada e que os shoppings tentam escapar é da responsabilidade por pertences e dos veículos estacionados.O aviso é apenas para fazer com que as pessoas não deixem seus pertences no carro.O problema é os shoppings para não perder mais lojistas seguraram os valores salgadíssimos dos condomínios e aluguéis das lojas, mas acaba que quem paga o pato é o consumidor que acaba obrigado a pagar a diferença.Por diversas vezes optei em ir no Carrefour Pampulha ao invés de algum shopping só para não pagar estacionamento.

  2. Também como vocês acho um absurdo. Aqui no Rio de Janeiro, frequentar o Barra Shopping por míseras 04 hs valem R$ 5,00 após acrescentem mais R$ 2,00 por hora . No Madureira shopping (zona norte)dói um pouco menos são R$ 4,50 preço único. Agora me digam até quando teremos que suportar este abuso?!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s