Cinemark BH

Cinemark BH

Hoje irei novamente ao Cinemark para mais uma sessão de cinema. E como estive por lá no último final de semana, resolvi pesquisar alternativas de cinemas com preço mais baixo, isso porque o Cinemark agora combra R$15,00 pelo ingresso.

Infelizmente para quem gosta de cinema (som e imagem) fica difícil abrir mão no cinema do Pátio Savassi. O DelRey está sempre cheio com suas salas apertadas. O Shopping Itaú tem um cinema interessante, preço baixo e estacionamento gratuito, mas fica um pouco longe. Apesar que para ir ao Pátio Savassi saindo da minha casa deve ser pequena a diferença, tenho que fazer a medição.

Voltando ao meu assunto: Ao contrário de todos os meus amigos não-estudantes, eu resolvi não fazer uma carteira estudantil falsa. E estou firme no meu comportamento há vários anos. É mais ou menos como diz o meu amigo Tales: Se temos vergonha ou raiva do que os estrangeiros pensam de nós, vamos deixar de palhaçada e mudar os hábitos.

Mas frequento muito o Cinemark, e com todo o atendimento ruim e os defeitos que já ando percebendo há algum tempo, comecei a me perguntar, como sempre faço quando estou me achando muito crítico: É tudo isso mesmo ou é apenas minha chatisse falando mais alto mais uma vez? Daí acessei o site “CinemaUAI” para ler o que o pessoal anda sentindo o Cinemark e percebi que muitas pessoas compartilham da minha opinião negativa.

http://www.divirta-se2.uai.com.br/cinema/salas_interna.asp?codigo=40&comentarios=todos

Então aí você se pergunta se realmente vale a pena pagar o valor mais alto entre todos os cinemas da cidade por um serviço que, no início realmente era o melhor, mas que agora temos problemas básicos como o ar-condicionado desligado. É quando o caro sai mais caro ainda – Acreditem, o preço alto por um serviço impecável não incomoda.

Mas como estava dizendo no início, eu não tenho carteirinha de estudante falsa. Daí comecei a conversar com um amigo sobre o possível estrago que essa Lei é responsável.

Porque diabos é necessário uma Lei para conceder uma vantagem como essa? Já começa desde o moleque da quinta série em diante achar que para qualquer coisa ser interessante, deve existir uma vantagem, uma barganha. VERGONHOSO. Tanto isso passa a ser uma realidade na cabeça das pessoas que ninguém deixa de conseguir uma carteirinha falsa depois de concluir os estudos.

Os movimentos estudantis, ao invés de gastarem tempo reinvindicando barganhas como meia-entrada em eventos culturais e passagens de ônibus, deveriam se preocupar com assuntos mais concretos como a melhoria da qualidade de ensino e inserção no mercado de trabalho. Porque não substituir a calourada-farra pela calourada-cultural? É óbvio que nunca farão isso.

Na hora de dar esmolas com o dinheiro alheio, o governo, em todas as suas esferas, trabalha muito bem. Assim concede esse tipo de vantagem para os estudantes causando prejuízos financeiros apenas para o proprietário do cinema, que, além de pagar impostos, não tem mesmo outra saída senão aumentar o preço de tabela absurdamente. Acontece também nos shows.

Eu não sou formado, nunca participei de um vestibular. Mas acredito ter mais consciência do meu papel na sociedade que a maioria da juventude que atualmente frequenta as faculdades, e não é difícil, pô, basta o mínimo de bom senso e parar de ficar olhando para o próprio umbigo.

Acho que caso não existisse essa Lei os ingressos do cinema poderiam ser R$10,00 para todas as pessoas. Nada mais democrático, como gostam de dizer.

PS.: Tales, o filme do orégano tá em cartaz no Shopping Cidade. Pelo menos semana passada, estava.

Anúncios

2 comentários em “Cinemark BH

  1. É fogo contra fogo, Hagi. Depois do aumento do uso das carteirinhas as casas de shows e cinemas dobraram os valores, então eu que não sou estudante e não teria nada a ver com isso vou pagar o pato, pagando o dobro do que seria o ingresso real? Carteirinha é mamata mesmo, concordo. Mas Brasil é salve-se quem puder, infelizmente.

  2. Falou tudo, Hagi! É foda querer ser certinho neste caso porque os caras trabalham com o valor de meia-entrada, o que vier acima disso (idiotas como nós, que cismam de ser certinhos, apesar de eu atualmente ter direito a meia-entrada por causa do mestrado) é lucro literalmente. Menores de 21, maiores de 60, mancos, usuários de meias roxas, etc, etc, todo mundo, menos a gente, se enquadra na “meia-entrada” 🙂 Palhaçada mesmo.

    No mais, bem-vindo de volta, valeu a dica do Orégano, vou tentar vê-lo este semana e … Fear of the Dark… YYOOOUUUUUUU… 🙂 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s